Ser um Mentor

No Centro de Autossuficiência SUD (LDS Jobs), vamos ajudá-lo a obter um trabalho remunerado por meio de aprendizado e das redes de contato com empresas locais.

Quando os líderes do sacerdócio e da Sociedade de Socorro desenvolvem um plano, devem partilhar as etapas pertinentes de cada plano com os membros do conselho da ala. Conforme a necessidade, os mentores ou especialistas podem ser convidados pelo conselho da ala para trabalhar com os membros necessitados.

Esses mentores e especialistas recebem designações específicas para ajudar os membros a, individualmente, completar ou levar adiante seu plano de autossuficiência.

A Função de um Mentor

Um dos maiores desafios que um candidato a emprego enfrenta é a batalha interna de baixa autoestima, acompanhada de desespero e perda de esperança.

Diferentemente de um especialista de bem-estar, um mentor não é chamado nem designado. Ele ou ela é, tipicamente, alguém que já possui um relacionamento estabelecido com o membro necessitado ou alguém que tem experiência profissional no campo de interesse do membro. 

Como resultado do seu relacionamento com o membro necessitado, um mentor pode, possivelmente, ser a melhor pessoa para:

  • Instilar esperança, mantendo contato constante e provendo o incentivo necessário.
  • Ajudar o membro a explorar seus pensamentos e opções, de uma forma não imperativa ou crítica.
  • Pedir-lhe maior mudança de pensamento, de ação e comportamento do que ele pediria de si próprio.
  • Ser um exemplo apresentando as ações e comportamentos específicos necessários para encontrar e manter um emprego, melhorar as habilidades e a educação ou iniciar ou aperfeiçoar um negócio.
  • Ser um consultor compartilhando informações a respeito do emprego escolhido e das empresas que necessitam dele ou fazer apresentações a pessoas influentes.
  • Ser um defensor do progresso e desenvolvimento do membro diante dos membros do comitê de bem-estar da ala.

O trabalho do mentor pode ser realizado individualmente ou por e-mail e telefone.

Acompanhamento dos Membros Necessitados

Cada mentor ou especialista deve manter contato frequente com o membro necessitado. Uma estratégia de acompanhamento pós-planejamento, pode ser bem simples:

  1. Ligar para o membro dois dias antes da data de vencimento da atribuição do trabalho.
  2. Fazer acompanhamento semanal com cada candidato a emprego—pessoalmente, por e-mail ou por telefone. Quanto mais tempo você demorar para entrar em contato com o membro, maior será a chance de ele formar maus hábitos que podem ser difíceis de superar.

 

Fazer o acompanhamento de acordo com as necessidades. Nem todas as necessidades dos candidatos a emprego são as mesmas. Dê prioridade às de seus candidatos da seguinte forma:

  • Aqueles que estão com necessidades financeiras ou emocionais mais urgentes.
  • Os que precisam apenas de informações mais gerais, como uma folha de dicas.

Os membros com necessidades mais prementes necessitam de acompanhamento imediato e mais frequente. Esta é a ocasião de proporcionar motivação, esclarecer recursos e designações, ou para simplesmente responder a perguntas.

Em todas as atividades de acompanhamento, não suponha que o membro vá entrar em contato com você para obter mais informações ou ajuda. Tome a iniciativa.

O Curso de Autossuficiência Profissional (código nº 35163 059) ensina habilidades relacionadas ao planejamento de uma carreira e a encontrar emprego. Quando os mentores ou especialistas se familiarizam com os princípios constantes do curso e os absorvem, tornam-se mais bem-sucedidos na ajuda aos membros necessitados.

Comentários

Foi útil?