Procurando Emprego Como Néfi

No Centro de Autossuficiência SUD (LDS Jobs), vamos ajudá-lo a obter um trabalho remunerado por meio de aprendizado e das redes de contato com empresas locais.

Há alguns anos, o presidente da empresa para qual eu trabalhava disse que a empresa estava mudando de área de atuação e que logo não precisaria mais de meus serviços ou de qualquer pessoa de meu departamento. Ele não deu uma data concreta, então comecei a pensar em procurar trabalho e esperar que algo acontecesse. Um mês depois, fui demitido e informado de que não receberia mais nenhum pagamento.

Ao longo de minha carreira, por várias vezes estive próximo do desemprego, mas todos os meus empregos vieram a mim desde que era um estudante universitário; eu nunca tive que procurar. Acho que estava esperando que a mesma coisa acontecesse novamente, mas não aconteceu. Felizmente, minha mulher e eu fomos muito prudentes com nossa renda e tínhamos uma poupança suficiente para cobrir alguns meses de despesas. Também tínhamos armazenamento de alimentos. Não precisaríamos de ajuda externa — pelo menos não imediatamente.

A experiência de Néfi

Ao pensar em procurar um novo trabalho, me recordei de uma escritura e de um discurso de conferência. O primeiro era um relato de uma experiência de Néfi que representava um paralelo com o meu desemprego (ver1 Néfi 16:18–32). Quando Néfi quebrou seu arco e os arcos de seus irmãos perderam a elasticidade, eles ficaram sem ter como prover alimento para sua família. Néfi permaneceu humilde perante o Senhor, preparou as ferramentas que precisava para caçar, perguntou a seu pai aonde deveria ir para obter alimento e depois seguiu “as direções dadas” (versículo 30).

Eu queria seguir o mesmo curso. Senti que metaforicamente meu arco estava quebrado e que se eu seguisse o exemplo de Néfi seria capaz de prover o sustento de minha família novamente.

A Responsabilidade É Sua

Também me lembrei de um discurso feito pelo Bispo Richard C. Edgley, que foi desobrigado recentemente como Primeiro Conselheiro no Bispado Presidente. Ele disse: “A responsabilidade de encontrar trabalho e de melhorar o emprego é sua. Vocês podem obter orientação contínua do Senhor por meio do jejum e da oração regulares. Seus líderes do quórum, bispos, especialistas e centros de recursos de emprego vão ajudá-los. Pode ser, no entanto, que os líderes do sacerdócio não saibam de sua situação. Comuniquem-se com eles! Informem a eles que estão à procura de trabalho”. (Richard C. Edgley, “A Responsabilidade É Sua”, A Liahona, maio de 2009, p. 53).

Siga um Plano

Decidi que, assim como Néfi, eu prepararia primeiramente minhas ferramentas. Inscrevi-me no CASP do centro de recursos de emprego SUD, atualizei meu currículo e frequentei as reuniões de rede de contato profissional realizadas pelo centro de recursos de emprego de minha área. Cadastrei-me no site LDSJobs.org e em um site de rede de contato profissional. Meu pai me deu uma bênção do sacerdócio, me orientando onde e como eu poderia começar minha busca. Procurar um novo trabalho tornou-se uma ocupação de tempo integral.

Determinado a seguir “as direções dadas” (1 Néfi 16:30), aproveitei cada oportunidade para seguir as instruções da equipe do centro de recursos de emprego SUD. Desenvolvi e pratiquei “meu comercial de 30 segundos” (um resumo de minha formação, carreira e habilidades profissionais). Escrevi e memorizei as “declarações de poder” (uma breve descrição positiva de minhas realizações profissionais). Fiz uma lista de pessoas e liguei para elas. Marquei entrevistas com todos que consegui. Enviei cartas de agradecimento. Passei mais tempo no templo. Jejuei e orei.

Comunique-se!

Eu também segui o conselho do bispo Edgley de me comunicar. Com a permissão de meu bispo, pedi um tempo na abertura da reunião do sacerdócio para contar aos irmãos que eu estava desempregado e para descrever o emprego que eu estava procurando. Com permissão, também preparei uma mensagem para ser enviada por e-mail para irmãs da Sociedade de Socorro da ala. Falei com meus familiares e amigos por telefone, e-mail e pessoalmente, explicando que estava procurando emprego, perguntando: “Você conhece alguém com quem eu deveria conversar?”

Percebi o valor de fazer essa pergunta a todos, quando fui inspirado a falar com um ex-colega de trabalho. Esse homem já sabia que eu estava à procura de emprego. Nessa ocasião, eu estava devolvendo um equipamento da empresa que ainda estava em minha casa. Ele conhecia minhas habilidades; trabalhei muito próximo a ele por três anos. Mesmo tendo bons motivos para achar desnecessário pedir sua ajuda, perguntei: “Você conhece alguém com quem eu deveria conversar?”

Seus olhos brilharam e ele disse: “No último domingo, o irmão Jones falou na reunião do sacerdócio que serão abertas 20 novas vagas em seu departamento no próximo mês”. Meu amigo ligou para casa enquanto eu esperava e conseguiu o número do telefone do irmão Jones. Mais tarde liguei e consegui uma entrevista. Fiquei surpreso ao perceber que as pessoas que sabiam que eu estava procurando emprego não pensariam automaticamente em me contatar se eu não fosse o primeiro a tocar no assunto.

Suas Promessas São Seguras

Seis semanas após ter sido demitido, uma empresa me ofereceu uma vaga. Compatível com minhas habilidades e interesses e com um salário que atendia as necessidades de minha família. Descobri que tinha várias boas referências em minha rede de contatos que conheciam alguns dos donos dessa empresa, além de um parente que me recomendou por intermédio da esposa de um dos proprietários. Fui realmente conduzido a uma maneira de prover para minha família.

Um ano depois, fui chamado como especialista de emprego de nossa ala. Ao me preparar para meu novo chamado, li novamente o discurso do Bispo Edgley. Desta vez atentei mais para seu comentário a respeito de uma ala que ajudou a criar a oficina Phil Automecânica para um irmão que estava desempregado. Descobri então que a empresa para a qual trabalho agora comprou a oficina Phil Automecânica da família do Phil após sua morte.

Minha busca por emprego foi um trabalho de verdade. Para mim, não foi fácil fazer aquelas ligações e falar com as pessoas. Não foi fácil ter que falar repetidamente sobre meu desemprego. Mas eu levei as instruções da equipe do centro de recursos de emprego SUD tão a sério como se fossem mandamentos do Senhor, e dei o meu melhor para executá-las. Fui abençoado com um milagre de uma oferta de emprego, que foi o resultado prometido pela equipe do centro.

Sei que temos um Pai Celestial que nos ama e quer que sejamos felizes. Sei que se seguirmos os exemplos que Ele nos deu, seremos capazes de sustentar nossa família e servi-Lo. Ele disse: “Eu, o Senhor, estou obrigado quando fazeis o que digo” (D&C 82:10). Suas Promessas São Seguras

Comentários

Foi útil?