Eu Sabia que Estavam Orando por Mim

No Centro de Autossuficiência SUD (LDS Jobs), vamos ajudá-lo a obter um trabalho remunerado por meio de aprendizado e das redes de contato com empresas locais.

Durante algum tempo, Andrew vinha sentindo que perderia seu emprego. As perspectivas de desemprego eram preocupantes, mas ele sentia que, de uma forma ou de outra, acharia outro emprego que seria melhor para ele.

Contudo, quando foi despedido alguns meses depois, Andrew não sabia o que fazer. Sua confiança em sua própria capacidade e experiência diminuiu. Estava preocupado com o mercado, pois sabia que as contratações estavam em baixa. Uma preocupação dele era que, devido ao fato de ter sido despedido, as pessoas não quisessem empregá-lo.

“Era extremamente frustrante”, lembra Andrew. “A tentação do desânimo era grande, mas eu tentava me levantar todos os dias e agir, fazer contatos, [candidatar-me] para vagas, [conversar] com as pessoas e [comparecer a entrevistas], mesmo quando se tratava meramente de entrevistas informativas. Tudo o que eu pudesse fazer me ajudaria a não desanimar”.

Nesse empenho, também fazia coisas que o ajudariam a se aproximar do Salvador. Jejuava, orava, ia ao templo e guardava os mandamentos. Também tinha informado aos familiares, amigos, vizinhos e ao bispo que estava em busca de emprego. Pediu que orassem por ele para saber onde o Senhor gostaria que estivesse. Ele sentia que o Pai Celestial tinha um plano para sua carreira, mas não sabia bem qual era. Às vezes se perguntava por que sua empresa o demitira. Preocupava-se com o tipo de oportunidades de emprego que surgiriam, mas sentia que, de alguma forma, tudo ia terminar bem, embora não soubesse quando.

Contudo, foi-lhe útil saber que as pessoas estavam orando por ele e sua família.

“Todos os dias, por causa dessas orações, eu me sentia apoiado. Senti-me edificado ao longo de todo esse processo, o que me deu forças para me levantar e me motivar para fazer o que fosse preciso, em vez de simplesmente [ficar] deitado ou dormindo até tarde, desperdiçando o dia”, conta Andrew.

No período em que estava à procura de emprego, o especialista de empregos da ala de Andrew o apoiou e incentivou mandando-lhe anúncios de vagas que correspondiam a seus interesses e habilidades. Outros membros da ala e amigos também o contatavam passando referências. Ao entrar em contato com as referências e conversar com as pessoas, sentiu sua autoconfiança aumentar.

Um conhecido dele e de vários dos membros demonstrou interesse em entrevistá-lo. Ao comparecer à entrevista nessa empresa, Andrew sentia que confiava o bastante em sua capacidade para sair-se bem no cargo em questão. O homem ficou impressionado com a experiência de Andrew e ofereceu-lhe o cargo de vice-presidente financeiro da companhia. Era uma função semelhante a outra que exercera no passado, mas com maiores oportunidades e responsabilidades. O ambiente também lhe parecia mais agradável.

“Com uma perspectiva eterna, acho que o Senhor simplesmente me queria em outro emprego, em outro lugar”, conclui Andrew. “Em algum lugar, havia algo melhor para eu fazer”.

Comentários

Foi útil?