A História de Bob: Usar a Rede em Proveito Próprio

No Centro de Autossuficiência SUD (LDS Jobs), vamos ajudá-lo a obter um trabalho remunerado por meio de aprendizado e das redes de contato com empresas locais.

Quando Bob perdeu o emprego, não pensou que ia ser tão difícil achar outro. Por ter trabalhado na antiga empresa por mais de 20 anos, não sabia como começar a procurar emprego. Então, foi até o centro de autossuficiência.

Naquela época, ele servia como bispo. Isso representava um desafio a mais, pois em geral, os membros desempregados procuram o apoio e os conselhos de seu bispo.

Uma das primeiras coisas que ele fez ao perder o emprego foi informar a ala. Ele não queria fazer segredo. Queria encontrar emprego e sabia que precisava de toda ajuda que conseguisse. “Se você não fala para todos que está procurando emprego”, disse ele, “não vão poder ajudá-lo”.

No final, foi um membro da estaca que o ajudou a usar a rede de contatos que lhe rendeu o novo emprego. Bob encontrou uma lista de classificados bem promissora e mandou seu currículo. Em geral, é onde as pessoas que procuram emprego terminam sua busca. E depois de participar várias vezes de cursos no centro de autossuficiência, ele aprendeu que a rede de contatos é essencial para quem procura emprego.

Bob contatou várias pessoas e descobriu que um de seus conhecidos trabalhava com uma das empresas que lhe interessavam. Embora não o conhecesse muito bem, Bob decidiu mandar-lhe um e-mail. Bob lembrou-o da época em que se conheceram, usou a técnica do “Eu em 30 Segundos” para falar um pouco mais de si mesmo e, então, perguntou ao membro da estaca se ele poderia fazer uma recomendação dele para a empresa.

A resposta que Bob teve desse outro homem foi calorosa e encorajadora.

Uma semana depois, Bob recebeu um e-mail dizendo que o seu contato na estaca tinha sido encarregado do comitê de busca da vaga para a qual tinha se candidatado. Como Bob já havia declarado seu interesse no cargo, seu contato pôde recomendá-lo ao vice-presidente da empresa e apoiá-lo como excelente candidato ao emprego durante todo o processo, até ser, por fim, contratado.

Embora Bob tivesse enviado dezenas de currículos e consultado a rede incansavelmente, foi esse contato que lhe conseguiu uma entrevista e o recomendou ao vice-presidente da empresa. No decorrer desse processo, Bob aprendeu que o contato mais importante pode ser qualquer pessoa.

Comentários

Foi útil?